Adestramento

guabi620

consulta ID3

App CBH

Nessa sexta-feira, 26/11, nada menos que 15 conjuntos (cavalo/cavaleiro) participaram do Concuro de Adestramento Internacional - Prix St George - válido como primeiro de sete seletivas em solo brasileiro rumo aos Jogos Pan-americanos 2011 em Guadalaraja (México).

O placar da disputa no Clube Hípico de Santo Amaro (SP) foi apertado . Mas Rogério da Silva Clementino, medalhista pan-americano e cavaleiro olímpico, confirmou mesmo sua condição de campeão brasileiro da categoria Senior montando o Puro Sangue Lusitano Sargento do Top, sagrando-se vencedor com média final de 65,526% de aproveitamento.

 

Rogério e Sargento do Top largam na frente na luta por uma vaga na equipe brasileira nos Jogos Pan-americanos 2011; foto: Ney Messi / cedida ABPSL
 

Logo atrás, em 2º lugar, aparece Rodolpho Riskalla com Nilo VO, vice-campeão brasileiro Senior 2010,  com 65,368%.

 Com muita categoria, Rodolpho Riskalla e Nilo VO conquistaram a 2ª colocação: foto: Ney Messi / cedida ABPSL
 

Em 3º lugar chegou Pia Aragão montando Vade Mecum Inteagro, 3ª colocada no Brasileiro Senior 2010. com 64,947%.

 A premiada amazona Pia Aragão com Vade Mecum Interagro: conjunto que vem em franca ascensão; foto: Ney Messi / cedida ABPSL
 

Em mais uma grande apresentação o 4º posto coube ao jovem talento Manuel Tavares de Almeida montando Viheste com 63,579%.

  Manuel Tavares de Almeida apresentando seu belo Viheste; foto: Ney Messi / cedida ABPSL
 

Confirmando a força da nova geração do hipismo brasileiro, Luisa Silveira montando o Magma, um sela sueco de 16 anos, garantiu o 5º posto com 63,263%, quebrando a hegemonia dos cavalos Puro Sangue Lusitano nas seis primeiras colocações.

 
Jovem amazona Luisa Silveira faz bonito em sua estreia com Magma; foto: Ney Messi / cedida 
 

Fechando o placar, na 6ª colocação, João Paulo Santos com Veleiro do Top, conjunto estreante, registrou 63,158%. 

Também estiveram em pista Marcelo Alexandre com Xama e Ventus dos Pinhais e Luiza Almeida com Toleirão da Broa e Ultramar da Broa - ambos integrantes da 1ª equipe brasileira em Jogos Equestres Mundiais final de setembro - ao lado de Rogério Clementino. Tanto Marcelo com Luiza, a exemplo da maioria dos competidores da seletiva, vem formando conjunto com suas montarias nesse nível de competição.

Ainda ao final da manhã desta sexta-feira, Luiza Tavares Almeida, 18, medalhista pan-americana, mais jovem amazona na história dos Jogos Olímpicos e que defendeu o Brasil na Final Copa do Mundo e Mundial 2010, montando seu lusitano Samba, foi a grande vencedora do Grand Prix com percentual de 64,170% de aproveitamento.

 
Luiza, indicada ao Prêmio Brasil Olímpico 2010 pelo segundo ano consecutivo,  com seu Samba, vencedora do Grand Prix, executando uma pirueta; foto: Ney Messi / cedida ABPSL
 

O Concurso de Adestramento Internacional e Nacional prossegue até domingo, 28/11, fechando com as esperadas reprises Kür - Freestyle - apresentações de movimentos obrigatório em sequencia livre com acompanhamento musical.

Compuseram o juri: os juizes top internacionais - nível O: Bernard Maurel, da França, Mariette Whitages, Bélgica, e os brasileiros Salim Nigri, Claudia Moreira de Mesquita e Sabine Bilton.

Consulte o resultado completo e ordens de entrada.

Critério de seleção rumo ao Pan 2011

Em 10 de junho, a Confederação Brasileira de Hipismo definiu o critério de seleção rumo ao Pan. Quatro conjuntos serão selecionados pelo critério objetivo, dentre os candidatos que obtiverem o maior somatório de percentuais, resultante da participação em 4 CDI’s 3*. Apenas um Concurso será computado em 2010, a partir do mês de novembro e os demais em 2011, sendo que, o ultimo, obrigatoriamente, deverá ocorrer no período de 60 dias, que antecede a entrada das Inscrições Nominais.

Serão considerados, apenas os 3 (três) resultados finais de maior percentual (média percentual dos 5 juízes) obtidos na Reprise São Jorge, em CDI’s, para efeito de classificação seletiva.

Esses conjuntos estarão, em princípio, selecionados e serão indicados pela Comissão Técnica ao Técnico da Equipe para início dos treinamentos e observação, visando a escolha da equipe titular.

Dois conjuntos serão selecionados pelo critério subjetivo, cabendo a Comissão Técnica a indicação ao Chefe de Equipe, que juntamente com os conjuntos selecionados pelo critério objetivo e, em igualdade de condições, indicará os quatro conjuntos que comporão a equipe.

Os 6 conjuntos selecionados deverão comprometer-se a participar dos treinamentos e verificações até a indicação da equipe pelo Técnico. Os conjuntos selecionados que estiverem competindo no exterior deverão ser avaliados pela Comissão Técnica para fim de indicação. E, após selecionados, deverão ser acompanhados e submeterem-se às mesmas exigências estabelecidas para os conjuntos que estiverem no Brasil, ou seja participar de verificações e treinamentos , onde estiverem domiciliados.

Caberá a Comissão Técnica, presidida pelo Presidente da CBH e pelo Diretores Técnico e de Adestramento da CBH, selecionar 6 conjuntos de acordo com o presente critério e indicá-los ao Técnico da Equipe. Este último terá a incumbência de treinar e apontar à Comissão Técnica os três conjuntos titulares e o reserva que integrarão a Equipe Brasileira de Adestramento nos Jogos Pan Americanos 2011.
 
Fonte: Carola May com resultados e critério de seleção oficiais; fotos: Ney Messi / cedidas ABPSL
 

    novo logo cob 75                              ministerioesp227 2017              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital