superior covid19 2

QUIZ CBH

ID CBH 4

O sábado, 21/11, foi de excelentes resultados para os cavaleiros brasileiros candidatos a uma vaga no Time Brasil de Concurso Completo de Equitação (CCE) - modalidade que reúne as modalidades adestramento, salto e cross-country - nos Jogos Olímpicos de Toquio, postergados para o ano que vem. Montando Iberon JMen, Marcio Appel conquistou o 6º posto no CCI 4* Small (Internacional 4* curto) em Barroca D Alva, Portugual, e de quebra, seu segundo índice e qualificação técnico para os Jogos.

marcio appel iberon portugal550

Marcio Appel com seu Iberon JMen, BH de 18 anos filho de Indoctro x Landino,  em Barroca D´Alva 

"Foi demais. Eu tinha conseguido o índice no 4* longo em março também aqui em Portugal e faltava um índice no 4* curto que foi hoje", contou Marcio, que computou 65,07% no Adestramento, equivalente a - 34,9 pontos, zero pontos no salto e zero pontos cross computando -8 pontos por ultrapassar o tempo limite fechando com apenas -42,9 pontos.

"Eu não montava o Iberon desde março, porque veio a pandemia. Agora consegui uma autorização especial para entrar na Europa e poder competir e fiz um dos meus melhores resultados com Iberon em um Internacional 4*. Foi muito bacana e desafiador ter ficado tanto tempo sem montar e chegar em cima da hora de uma prova tão importante. Agora quero focar em uma melhor preparação possível para a Olimpíada de Toquio no ano que vem", comentou o cavaleiro que integrou o Time Brasil na Rio 2016 também montando Iberon, BH de 18 anos, que nesse período na Europa está sendo treinado pelo cavaleiro olímpico e amigo Marcio Carvalho Jorge, radicado na Inglaterra.

marcio arquivo barroca650

Marcio e Iberon em clique de arquivo em março de 2020 em Barroca D´Alva quando garantiu seu 1º índice 


Também competindo no CCI4*-S em Barroca D´ Alva, outros dois tops brasileiros e também olímpicos Carlos Parro, o Cacá, com Goliath e Ruy Fonseca Filho com Ballypatrick SRS garantiram um primeiro índice olímpico - de dois necessários para qualificação técnica rumo aos Jogos Olimpicos - fechando respectivamente com -64,2 e -66 pontos.

Regras de qualificação

Candidatos a uma vaga no Time Brasil de Concurso Completo nos Jogos Olímpicos de Tóquio podem registrar índices técnicos entre 1 de janeiro de 2019 e 21 junho de 2021: em um CCI 5*-Longo ou um índice técnico em CCI 4*-Longo e 1 um em CCI4* Curto. Para obter índice técnico é preciso registrar o mínimo de 55% no adestramento, zerar ou até 11 pontos nos obstáculos do Cross-Country, não mais que 75 segundos de excesso tempo (100 segundos em CCI5*L) e no Salto não mais que 16 pontos perdidos.

Brasileiros qualificados e com índice

Até o momento Rafael Losano, em atividade na Inglaterra, Nilson Moreira Leite, radicado nos EUA, e agora Marcio Appel estão tecnicamente qualificados para os Jogos. Marcelo Tosi, atualmente morando no Brasil, com Genfly, Carlos Parro com Goliath e Ruy Fonseca Filho com Ballypatrick SRS tem um índice. Nilson que já está qualificado com Rock Phantom também tem um índice com Lady Colina e Magnum´s Martin.

No próximo final de semana acontece um Nacional de Concurso Completo em Barroca D Alva e na semana seguinte, os brasileiros disputam um CCI4-Longo, podendo garantir portanto mais qualificações técnicas.

 

Imprensa CBH com imagens acervo pessoal

    novo logo cob 75                              52486598 2004012323016475 4886399187605782528 n              seloLeiIncentivoVertical 72

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 18:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital