superior covid19 2

QUIZ CBH

ID CBH 4

A Federação Equestre Internacional (FEI) estendeu por mais duas semanas o cancelamento de todos os eventos internacionais na Europa continental agora até 11/4/2021 devido ao surto de uma nova cepa do herpes vírus equino - EHV-1 (forma neurológica). Anterioramente, em 1/3, a entidade havia anunciado uma paralisação até 28/3.

A medida, que visa minimizar a propagação da cepa muito agressiva do vírus, foi aprovada por unanimidade em uma reunião de emergência do Conselho Executivo da FEI na sexta-feira, 12/3. O cancelamento dos eventos se aplica a todas as disciplinas da FEI.

A decisão, baseada em evidências científicas do epidemiologista líder mundial Dr. Richard Newton e uma avaliação de risco completa pelo Departamento Veterinário da FEI, também levou ao cancelamento das Finais da Copa do Mundo de Salto e Adestramento que estavam agendadas para acontecer em Gotemburgo, Suécia, entre 31/3 e 4/4. Ano passado as Finais de 2020 em Las Vegas já haviam sido canceladas devido à pandemia da Covid-19.

O bloqueio estendido se aplica a todos os países que têm eventos internacionais programados no período até 11 de abril: Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Estônia, França, Holanda, Itália, Polônia, Portugal e Suécia. Ao mesmo tempo, a FEI voltou a recomendar fortemente que todas as Federações Nacionais na Europa continental cancelem seus eventos nacionais a fim de minimizar o movimento dos cavalos.

“A extensão do bloqueio é difícil para todos e a perda das Finais da Copa do Mundo da FEI pelo segundo ano é particularmente devastadora, especialmente para os atletas qualificados e para nosso fiel patrocinador Longines”, destaca Sabrina Ibáñez,  secretária geral da FEI. “Nós sabemos quanto trabalho Tomas Torgersen e sua incrível equipe em Gotemburgo colocaram na organização das finais de 2021, que teriam sido parte das comemorações do 400º aniversário da cidade", acrescenta a secretaria geral.

“Não podemos erradicar o herpes vírus equino, por ser endêmico em muitos países. Mas precisamos trabalhar juntos para minimizar a transmissão dessa nova cepa em particular, que já causou a morte de 12 cavalos na Europa. Todos os cavalos provenientes Valência, Vejer de la Frontera e Doha já estão bloqueados no banco de dados da FEI, mas toda a comunidade precisa estar alerta e monitorando seus cavalos. Recomendamos enfaticamente que todos os atletas da FEI baseados na Europa evitem viajar com seus cavalos durante esta paralisação prolongada, já que o deslocamento é um fator de risco muito claro", enfatiza Sabrina Ibáñez.“Infelizmente, esse bloqueio adicional é crucial para desacelerar a propagação do vírus, de modo que possamos preservar o resto da temporada, fazer com que nossos atletas e cavalos voltem a competir com segurança e permitir o maior período de competição possível para aqueles que querem chegar a Tóquio e precisam garantir índices mínimos de elegibilidade e resultados de confirmação."

A dirigente ainda prometeu rigorasa apuração no que se refere a nova cepa do EHV-1 (forma neurológica). “Ninguém quer ver voltar a ver um surto como este. Haverá uma investigação abrangente e totalmente transparente sobre todos os aspectos desse surto e a maneira como foi tratado. As descobertas serão publicadas para que, junto com nossa comunidade, possamos todos aprender com isso."

Protocolos para um retorno seguro

“Estamos implementando protocolos aprimorados para permitir um retorno seguro às competições assim que o surto estiver sob controle e que serão amplamente divulgados junto aos organizadores de eventos internacionais e comunidade equestre. Mas a prioridade agora é o tratamento de cavalos doentes e o retorno de cavalos saudáveis ​​aos seus países de origem de uma forma biologicamente segura. Todos nós precisamos nos concentrar em proteger não apenas os cavalos da FEI, mas a comunidade de cavalos europeus em geral. ”

O trabalho de sequenciamento dos genes dessa cepa do vírus já está em andamento. A FEI, por sua vez, continua monitorando a evolução do vírus por meio do Grupo de Trabalho de Epidemiologia Veterinária, recém criado. O grupo é formado por especialistas em EHV líderes mundiais como a professora Ann Cullinane (IRL), Dr. Richard Newton (GBR), Dr. Gittan Gröndahl (SUE), o diretor veterinário da FEI Dr. Göran Akerström e a a consultora veterinária senior da FEI Caterina Termine. Os relatórios deste grupo serão publicados semanalmente.

A FEI criou uma seção dedicada sobre o assunto com atualizações diárias - clique aqui

Fonte: FEI

    novo logo cob 75                              sec esporte 2              seloLeiIncentivoVertical 72           EUw1EH7X0AE6DBv          institutoethos               pactopeloesporte               horsepilot 

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 18:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital