superior covid19

QUIZ CBH

ID CBH 4

Retomando as provas show na Sociedade Hípica Brasileira, polo hípico do hipismo carioca que ultrapassa as fronteiras nacionais, o desafio das seis barras agitou a noite da sexta-feira, 17/9, durante o Concurso de Salto Nacional Santa Cecília e Santo Antonio. Foram 15 os conjuntos que encararam o desafio, que também contou com a participação de um homenageado especial: o medalhista olímpico Luiz Felipe de Azevedo, o Felipinho, 68, recordista brasileiro de salto em altura, que embora, dessa vez, não tenha chegado entre os primeiros colocados, foi a grande inspiração tanto para a nova geração do hipismo como os veteranos amantes de esporte.

felipinho ovacionado1706

Felipinho, ídolo do hipismo nacional e internacional,  ovaciando em casa na Sociedade Hípica Brasileira

Ao final três conjuntos fecharam a disputa empatados ultrapassando a série de seis barras com saída a 1.90m. O carioca João de Pedro de Souza Robert apresentando Callbreaker BR, e a dupla de Minas Gerais André Fonseca Moura com Ferrari M e Henrique Rocha Lobo apresentando Kannanturo M.

andremoura1706

André Moura, campeão brasileiro Under 25 2021, com seu Ferrari M na passagem limpa a 1.90m

joao robert1706

João de Pedro de Souza Robert, prata no Sul-Americano de Young Riders 2019, apresentando Callbreaker BR na passagem limpa a 1.90m

Henrique Rocha Kannanturo1706

Henrique Rocha Lobo apresentando Kannanturo M completou a rodada do trio vencedores que ultrapassaram a série de 6 barras a 1.90m (aqui em passagem anterior) 

Sobre Felipinho Azevedo

Em 1982, no Clube de Campo São Paulo, montando MC Tambo Nuevo, estabeleceu o recorde de salto em altura sob sebe irlandesa a 2.31 metros, empatado com Ricardo Gonçalves Filho com Complicado. Marca que veio a ser superada 20 anos depois no CSIO de Roma, em 2002, quando ultrassou a marca 2.32 metros em salto sobre muro na Piazza di Siena.

felipinho italia2002

Felipinho com Silverländin Joter, criação do Haras Joter nascida em 5/12/1988,  batendo o recorde brasileiro e italiano de salto em altura

felipinho fapeamoranda1706

Felipinho com Fape Cabana da  Amoranda, com categoria, em uma das passsagens da prova de 6 barras

Em 1996, Felipinho integrou o time que garantiu a primeira medalha olímpica do Brasil com o bronze por equipes montando Cassiana Joter. Quatro anos depois, em Sydney 2000, Felipinho montando Ralph formou o time que conquistou o 2º bronze olímpico para o Brasil. Em 1991, o cavaleiro e Silvestre conquistaram a medalha de ouro por equipes no Pan-americano em Cuba.

Imprensa CBH com SHB; fotos: 2Clac e arquivo

 

    novo logo cob 75                              sec esporte 2              seloLeiIncentivoVertical 72           EUw1EH7X0AE6DBv          institutoethos               pactopeloesporte               horsepilot 

  2020110351982001605034774

CBH - Site Oficial da Confederação Brasileira de Hipismo -
Rua Sete de Setembro, 81 - Ed. Moscoso Castro, 3º andar - CEP: 20050-005 Rio de Janeiro (RJ) - Tel: (21) 2277-9150

Horário de Funcionamento: 08:00 às 18:00 hrs - Seg. à Sex.

© Copyright 2010 - 2017 | Todos os direitos reservados | Produzido por  Magoo Digital